Abarth Grande Punto

Abarth Grande Punto

Com o Grande Punto Abarth, a Fiat relança a marca Abarth, preparador dos Fiat desportivos de outros tempos e que volta agora (mais tarde surgirá também um 500 Abarth).

O motor a gasolina de 1,4 litros com turbocompressor Garrett tem uma potência de 150 cavalos que pode atingir os 155 se usar gasolina de 98 octanas, uma evolução da versão “normal” de 120 CV. O binário máximo é de 206 Nm às 2000 rpm, mas pode atingir os 230 Nm às 3000 rpm activando o modo Sport. O controlo de estabilidade (ESP) é de série e não se pode desconectar.

Comparando com um Grande Punto normal, o Abarth tem discos de travão de maiores dimensões com pinças Brembo e duplo pistão à frente, a barra estabilizadora dianteira é mais grossa, a suspensão é mais dura e a carroçaria está 10 mm mais baixa. As jantes de 17 polegadas são específicas desta versão.

A carroçaria está decorada com uma certa quantidade de detalhes que cumprem uma função prática (além de estética). Assim, o pára-choques frontal tem entradas de ar de maiores dimensões, na parte final do tecto surge um deflector e parte do fundo do carro está carenado com plástico.

Os faróis são escurecidos, a carcaça dos espelhos retrovisores é de cor diferente do resto do carro, faixa adesiva lateral em vermelho que une os dois guarda-lamas e dupla saída de escape. No interior, bancos específicos com encosto de cabeça integrado, pedais metálicos, entre outros.

Tanto no exterior como no interior, o kit Abarth decora o carro com uma profusão de símbolos do escorpião, certamente para ninguém se esquecer que este não é um simples Fiat.

Mais tarde, será lançado um kit com aumento de potência para 180 CV denominado Grande Punto Essesse (Super Sport) com adopção de um visual ainda mais agressivo e enormes entradas de ar nos pára-choques sobredimensionados, alterações estéticas que o podem facilmente confundir com o Grande Punto S2000 de rallys. Este kit está a ser vendido em Itália para todos os Grande Punto Abarth até 20 mil kms.

Prevê-se que chegue a Portugal a meados de 2008.

Texto: Vítor Penedo
Fonte: Abarth.it

(3868)

Partilhe
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
Google+
http://www.4rodaspt.com/2007/09/abarth-grande-punto/
Twitter
SHARE