Volkswagen Golf GTE

Volkswagen Golf GTE

O Golf GTE é o primeiro híbrido plug-in da história da marca germânica. Tem uma autonomia total de 939 km e um consumo médio de uma scooter.

Seguindo a sigla dos GTI e GTD, versões GT gasolina e diesel, respectivamente, o novo GTE será um GT eléctrico. O design exterior e interior aproxima-o do GTI e a motorização também.

Sendo um híbrido, o GTE combina dois motores, um térmico de 1.4 litros turbo de 150 cavalos e um eléctrico de 102 cavalos. A potência combinada situa-se nuns 204 ecológicos cavalos, associados a uma caixa automática DSG de seis relações, capazes de alcançar os 100 km/h em apenas 7.6 segundos, 217 km/h de velocidade máxima e gastar tão só 1.5 litros aos 100, o que corresponde a emissões de 35 g/km de CO2.

Esta proeza deve-se ao carregamento plug-in das baterias de iões de lítio de 8.8 kWh, o dobro da potência da referência do momento, o Toyota Prius Plug-In Hybrid. O Golf GTE com as baterias plenamente carregadas permite ao condutor optar pelo modo totalmente eléctrico, podendo percorrer 50 km a zero emissões, com uma velocidade máxima de 130 km/h.

O interior tem um ambiente desportivo e tecnológico, o sistema de entretenimento Composition Media com um ecrã de 6.4 polegadas fará parte do equipamento do GTE. Este sistema permite controlar a climatização a partir de um smartphone, assim antes de chegar à viatura, pode aquecer o ambiente a bordo. Em opção, estará também presente o sistema de navegação Discover Pro, que permite escolher uma rota de condução totalmente eléctrica, com a localização dos postos de abastecimento das baterias.

No exterior, as diferenças para os GTI/GTD prendem-se com uma linha azul ligando a grelha frontal e as ópticas, assim como o sistema de carregamento de energia camuflado na dianteira, debaixo no símbolo VW.

Será apresentado oficialmente no próximo Salão de Genebra.

Actualização (10/08/2016)

O Golf GTE mantém similares prestações e o requinte do irmão desportivo GTI e é mais silencioso que o Golf GTD, acima de tudo, é muito mais ecológico.

Em maio passado, chegou ao nosso mercado, com um preço a rondar os 43.570 euros (sem pintura metalizada, o que acresce 480 euros). Em termos de comparação, o Golf GTI custa 47.000 euros (com caixa DSG) e o Golf GTD, 42.000 euros (também com caixa DSG).

Enquanto o seu irmão GTI garante 230 cavalos, o consumo médio anda pelos 6.4 litros aos 100 km (com pé leve) e emite 147 g/km de CO2. A motorização do irmão barulhento Golf GTD desenvolve 184 cavalos, consome 4.7 litros aos 100 km e emite 124 g/km de CO2. Por outro lado, o GTE tem uma potência combinada de 204 cavalos e consome apenas 1.5 litros aos 100 km, o que significa uma emissão de CO2 de 35 g/km.

São três desportivos válidos: GTE, GTI e GTD, agora depende de si, quer caminhar ecologicamente, ou ajudar a poluir mais o seu planeta?

Texto: Vítor Penedo
Fonte: Volkswagen

(826)

Partilhe
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
Google+
http://www.4rodaspt.com/2014/02/volkswagen-golf-gte/
Twitter
SHARE