Peugeot 3008

Peugeot 3008

A concorrência no segmento C é aguerrida, com as marcas concorrentes a lançarem novidades sempre que é possível. Desta feita é a Peugeot, que pretende substituir o seu SUV 3008 já este ano, deixando para trás linhas de monovolume do modelo anterior, dando-lhe agora um aspecto de verdadeiro todo-o-terreno.

O novo 3008 utiliza a plataforma EMP-2 (Efficient Modular Plattform 2), também usada noutros modelos do grupo Peugeot-Citroën: como o 308 e o C4 Picasso. Permite-lhe assim descer 100 kg no peso em relação ao modelo que substitui.

A sua carroçaria mede 4.45 metros de comprimento, 1.84 de largura e 1.62 de altura, para uma distância entre-eixos de 2.67 metros. A bagageira cresceu 88 litros, sendo agora de 520 litros, o que faz dele um dos mais espaçosos entre a concorrência.

Os motores para o nosso país, já estão definidos. Dois blocos a gasolina: 1.2 Puretech com 130 cavalos e 1.6 THP com 165 cavalos. Nos diesel, as soluções passam pelo bloco 1.6 BlueHDI com dois níveis de potência, 100 e 120 cavalos; e também pelo bloco de 2 litros BlueHDI de 150 e 180 cavalos.

Todas as motorizações estão equipadas com o sistema Start & Stop. A caixa de velocidades de série é manual, de 5 ou 6 relações, conforme a motorização. As versões mais potentes (gasolina e diesel) estão acopladas a uma caixa automática de 6 relações.

A tracção é dianteira em todas as versões, mas algumas podem ser equipadas com o sistema Advanced Grip Control, que modifica a gestão do controlo de tracção e estabilidade, de modo a poder avançar com mais facilidade em superfícies difíceis. Este sistema comporta cinco níveis de funcionamento: Normal, Snow, Mud, Sand e ESP Off. A distancia da carroçaria ao solo é de 22 cm.

No interior, a configuração do posto de condução do novo 3008 continua a seguir as últimas tendências da marca, o denominado i-Cockpit, porém num ambiente de nova geração. O volante é mais compacto, existe um ecrã táctil de 8 polegadas ao centro do painel de bordo e um ecrã de 12.3 polegadas, plenamente configurável, a substituir o painel de instrumentos analógico.

Já que estamos a falar de tecnologia, destaque para os vários sistemas de ajuda à condução: detector de veículos em ângulo morto, sistema de estacionamento Park Assist semi-automático (o condutor só tem de actuar nos pedais, o carro faz o resto), um sistema de troca automática de luzes, entre os médios e os máximos e um conjunto de câmaras que permitem uma visão de 360 graus à volta do veículo (sistema Visio Park).

Está previsto chegar ao mercado europeu em Outubro deste ano.

Actualização (07/02/2017)

O Peugeot 3008 chegou ao mercado português em Outubro do ano passado, a partir dos 30 mil euros para o motor 1.2 Puretech, a única motorização a gasolina. Um valor pouco simpático para a marca generalista francesa, aproximando-se a passos largos das marcas Premium.

Contudo, e pela observação da quantidade de unidades já em circulação, os preços não assustam a quem já se rendeu ao charme deste novo SUV.

Como já foi referido, o único motor a gasolina é o 1.2 Puretech com 130 cavalos e caixa manual de seis relações. Segundo o configurador Peugeot.pt, estão também disponíveis três motorizações diesel: 1.6 BlueHDI de 120 cavalos e 2.0 BlueHDi de 150 ou 180 cavalos.

As versões são quatro: Active, Allure, GT Line e GT, esta última apenas para o bloco 2.0 BlueHDI de 180 cavalos com caixa automática de seis relações.

Em baixo, uma lista de todos os preços disponíveis à data desta actualização.

1.2 Puretech 130 cavalos Active: 30.650 euros
1.2 Puretech 130 cavalos Allure: 32.650 euros
1.2 Puretech 130cavalos GT Line: 34.950 euros
1.6 BlueHDi 120 cavalos Active: 32.750 euros
1.6 BlueHDi 120 cavalos Allure: 34.750 euros
1.6 BlueHDi 120 cavalos GT Line: 37.050 euros
2.0 BlueHDi 150 cavalos GT Line: 40.550 euros
2.0 BlueHDi 180 cavalos GT: 44.250 euros

Texto: Vítor Penedo
Fonte/Fotos: Peugeot

(454)

Partilhe
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
Google+
http://www.4rodaspt.com/2016/06/peugeot-3008/
Twitter
SHARE